Free Software Rio 2010

Free Software Rio 2010Nos próximos dias 20 e 21 de Maio, a Network Eventos, com o apoio do PRODERJ realizará o Free Software Rio 2010, que terá o objetivo de mostrar os avanços e as novas aplicações em plataforma aberta para implementação na administração de serviços em T.I, nos mais diversos setores da administração pública. Nesta edição, enfatizaremos a eficiência da gestão.
O evento também debaterá a política pública de incentivos à exaltação de soluções e serviços em plataforma aberta, bem como mostrará o progresso na implementação de soluções de mobilidade e interatividade.
A programação do evento trará novidades com a apresentação de “cases de sucesso” de serviços públicos via web e para infraestrutura de TIC, além de ambientes para desenvolvimento. Na oportunidade, serão oferecidos minicursos e oficinas para desenvolvedores.
  • Local: Centro de Convenções Bolsa do Rio – Praça XV de Novembro, n° 20 – Centro ? Rio de Janeiro / RJ
  • Data: 20 e 21 de Maio de 2010
  • Duração: 2 dias
  • Público?alvo: Destina?se aos gestores das três esferas governamentais: Municipal, Estadual e Federal, Desenvolvedores, usuários de soluções e outros.
  • Nº de participantes esperados: 300
  • Realização: Network Eventos
  • Promoção: PRODERJ

Criada a Rede Sulamericana de Pesquisa e Desenvolvimento

Foi criada hoje, durante o Segundo Fórum Internacional ISDB-T em Buenos Aires, a Rede Sulamericana de Pesquisa e Desenvolvimento. A rede contará com 16 instituições sulamericanas sendo nove instituições argentinas, uma brasileira, uma chilena, uma equatoriana, uma paraguaia, una peruana e duas venezuelanas.

  • Comunidad ginga.org.ar (Argentina)
  • Esc. Politécnica del Ejército (Ecuador)
  • Fac. de Ingeniería – Univ. Nac. de Asunción (Paraguay)
  • GIPSI – Univ. Nac. de 3 de Febrero (Argentina)
  • INICTEL – Univ. Nac. de Ingeniería (Perú)
  • LIFIA – Univ.Nac. de La Plata (Argentina)
  • LINTI – Univ.Nac. de La Plata (Argentina)
  • PLADEMA – Univ. del Centro (Argentina)
  • TELEMÍDIA – PUC Rio (Brasil)
  • Univ. de Los Andes (Venezuela)
  • Univ. de Oriente (Venezuela)
  • Univ. Nac. de Quilmes (Argentina)
  • Univ. Nac. de Rio Cuarto (Argentina)
  • Univ. Nac. de San Martín (Argentina)
  • Univ. Tec. Federico Santa María (Chile)
  • Univ. Tecnológica Nacional – FRBA (Argentina)

Um dos pontos que chamam a atenção é o fato de termos apenas uma instituição brasileira fazendo parte da rede. Para uma tecnologia nacional é desanimador ver a falta de interesse das instituições tupiniquins.

Fonte: Comunidad Ginga Argentina