Nova versão do Ginga-NCL Virtual Set-top Box (v.0.12.1)

Hoje foi liberada mais uma versão do STB Virtual. Segue anúncio.

Está disponível a nova versão do Ginga-NCL Virtual Set-top Box (v.0.12.1), atualizado com o código mais recente do Ginga-NCL (C++) v.0.12.1 (rev. 34), mais estável e mais aderente às normas. Usuários de versões anteriores são fortemente recomendados a fazer a atualização.

O Virtual Set-top Box é uma máquina virtual VMWare com sistema Linux instalado e pré-configurado com todos os requisitos do Ginga-NCL (C++). Pode ser obtido por meio da SubComunidade Ginga-NCL, no box “Direto ao Ginga”. Lá você encontra também um “HOW-TO” com dicas para instalar e operar o Virtual Set-top Box.

O Virtual Set-top Box foi completamente reconstruído, desde seu sistema operacional. Partimos desta vez de uma instalação básica Ubuntu Server 10.10, acrescido de todas as dependências do Ginga-NCL. No entanto, o usuário atual do Virtual Set-top Box perceberá poucas diferenças visuais depois da atualização. A mais substancial delas é a tela de boot da máquina virtual, que agora disponibiliza 6 diferentes opções de resolução de tela à escolha do usuário, sendo 3 resoluções em formato 4×3 e outras 3 em formato 16×9. Para usufruir de todas as resoluções, é necessária a atualização de seu software VMWare Player para a versão mais recente.

A escolha da resolução de tela deve ser ponderada por fatores como a capacidade de processamento de seu hardware, sua demanda de testes, a carga imposta por suas aplicações, entre outros. Recomendamos partir de resoluções mais baixas em seus testes e seguir aumentando conforme o desempenho das aplicações continue aceitável para os seus propósitos.

Comentários, dúvidas e sugestões são muito bem-vindos e devem ser enviados por meio do fórum específico para discussões em torno do Virtual Set-top Box na Comunidade Ginga.

Comunidade Ginga
SubComunidade Ginga-NCL

Divirtam-se!

Administração Ginga

Ambiente Colaborativo de t-Learning: Estudo de Caso do Desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem para TV Digital

Amigos, o site esteve meio parado por conta da minha completa falta de tempo. Agora que pretendo me reorganizar, acho conseguirei atualizar com mais freqüência.

Começo publicando o meu trabalho de conclusão de curso do MBA em Engenhariad e Software da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O trabalho foi orientado pela Doutora Denise Del Re Filippo.

O trabalho fala sobre a experiência de desenvolvimento de uma ferramenta colaborativa de t-Learning para TV Digital.

A introdução da tecnologia de TV digital no Brasil abre uma série de novasoportunidades de serviços a serem oferecidos para os telespectadores. Entre eles, destacamseos serviços direcionados para apoiar o ensino e aprendizagem no país. Este trabalho temcomo objetivo apresentar um estudo de caso do desenvolvimento de um ambiente virtual deeducação colaborativo, o Escola1.TV para uso na TV Digital interativa. Neste trabalhotambém é apresentada uma arquitetura computacional para a implementação Escola1.TV deacordo com o sistema brasileiro de TV digital. É importante ressaltar que como no sistemabrasileiro de TV digital ainda há questões técnicas em aberto, no momento em que estetrabalho é escrito ainda não é possível colocar em operação serviços interativos como oambiente virtual de educação aqui proposto.
Palavras-chave: t-learning, e-learning, sistemas colaborativos, sistema brasileiro de TV digital, TV interativa, Modelo 3C de Colaboração

AMBIENTE COLABORATIVO DE T-LEARNING: Estudo de Caso do Desenvolvimento de um Ambiente Virtual de Aprendizagem para TV Digital

Free Software Rio 2010

Free Software Rio 2010Nos próximos dias 20 e 21 de Maio, a Network Eventos, com o apoio do PRODERJ realizará o Free Software Rio 2010, que terá o objetivo de mostrar os avanços e as novas aplicações em plataforma aberta para implementação na administração de serviços em T.I, nos mais diversos setores da administração pública. Nesta edição, enfatizaremos a eficiência da gestão.
O evento também debaterá a política pública de incentivos à exaltação de soluções e serviços em plataforma aberta, bem como mostrará o progresso na implementação de soluções de mobilidade e interatividade.
A programação do evento trará novidades com a apresentação de “cases de sucesso” de serviços públicos via web e para infraestrutura de TIC, além de ambientes para desenvolvimento. Na oportunidade, serão oferecidos minicursos e oficinas para desenvolvedores.
  • Local: Centro de Convenções Bolsa do Rio – Praça XV de Novembro, n° 20 – Centro ? Rio de Janeiro / RJ
  • Data: 20 e 21 de Maio de 2010
  • Duração: 2 dias
  • Público?alvo: Destina?se aos gestores das três esferas governamentais: Municipal, Estadual e Federal, Desenvolvedores, usuários de soluções e outros.
  • Nº de participantes esperados: 300
  • Realização: Network Eventos
  • Promoção: PRODERJ

Criada a Rede Sulamericana de Pesquisa e Desenvolvimento

Foi criada hoje, durante o Segundo Fórum Internacional ISDB-T em Buenos Aires, a Rede Sulamericana de Pesquisa e Desenvolvimento. A rede contará com 16 instituições sulamericanas sendo nove instituições argentinas, uma brasileira, uma chilena, uma equatoriana, uma paraguaia, una peruana e duas venezuelanas.

  • Comunidad ginga.org.ar (Argentina)
  • Esc. Politécnica del Ejército (Ecuador)
  • Fac. de Ingeniería – Univ. Nac. de Asunción (Paraguay)
  • GIPSI – Univ. Nac. de 3 de Febrero (Argentina)
  • INICTEL – Univ. Nac. de Ingeniería (Perú)
  • LIFIA – Univ.Nac. de La Plata (Argentina)
  • LINTI – Univ.Nac. de La Plata (Argentina)
  • PLADEMA – Univ. del Centro (Argentina)
  • TELEMÍDIA – PUC Rio (Brasil)
  • Univ. de Los Andes (Venezuela)
  • Univ. de Oriente (Venezuela)
  • Univ. Nac. de Quilmes (Argentina)
  • Univ. Nac. de Rio Cuarto (Argentina)
  • Univ. Nac. de San Martín (Argentina)
  • Univ. Tec. Federico Santa María (Chile)
  • Univ. Tecnológica Nacional – FRBA (Argentina)

Um dos pontos que chamam a atenção é o fato de termos apenas uma instituição brasileira fazendo parte da rede. Para uma tecnologia nacional é desanimador ver a falta de interesse das instituições tupiniquins.

Fonte: Comunidad Ginga Argentina

Oficina de Tecnologias para TV Digital Interativa

Inscrições para participação presencial no www.natalnet.br até 22 de março, incrições gratuitas. Acompanhamento via web no dia : www.natalnet.br

Qual o conteúdo da oficina?
As oficinas fazem parte de uma série de 4 workhops distribuidos durante o ano com a finalidade de apresentar aplicativos para TV Digital Interativa e Internet desenvolvidos por pesquisadores consorciados ou instalados no projeto *Laboratório de Excelência em Desenvolvimento de Aplicativos para Produção, Edição e Difusão de Conteúdos Audiovisual pela Internet e TV Digital*. Este projeto, em execução pelo Laboratório Natalnet da UFRN, é um dos 4 contemplados pelo Ministério da Cultura, através da Sociedade Amigos da Cinemateca.

24 de março, manhã:
1) Introdução ao XPTA – Lab (08:00 – 08:30): Luiz Marcos Garcia Gonçalves
2) Tecnologias para TV Digital (08:30-09:30): Luiz Eduardo Cunha Leite
3) Programação de aplicações interativas (10:00-12:00): Aquiles Medeiros Filgueira Burlamaqui)
24 de março, tarde:
1) Prática de aplicações interativas (14:00-15:15): Aquiles Medeiros Filgueira Burlamaqui)
2) Mesa redonda (15:30-16:30):

    Impacto das Novas Tecnologias de TV Digital na Sociedade: interatividade, políticas, inclusão, modelos de negócio etc.
    Participantes: Luiz Marcos (moderador), Josimey, Taciana Burgos, Aquiles, Erika Zuzo, Luiz Eduardo

Quais os objetivos?
Compartilhar resultados de pesquisa e experimentação em tecnologias audiovisuais, que sirvam de base para o desenvolvimento de projetos ligados a tecnologias audiovisuais por artistas, cineastas, programadores,
desenvolvedores e produtores.

Estimular a experimentação de novas tecnologias audiovisuais focadas na produção de novas experiências estéticas e modelos de negócio.

Difundir o debate acerca do impacto e das potencialidades comerciais e estéticas das novas mídias, para além do nicho específico de indivíduos diretamente ligados a sua produção.

Quem está promovendo?
Quem está promovendo a oficina é Laboratório Natalnet da UFRN, como parte do projeto *Laboratório de Excelência em Desenvolvimento de Aplicativos para Produção, Edição e Difusão de Conteúdos Audiovisual pela Internet e TV Digital*.

O Laboratório de Excelência em Desenvolvimento de Aplicativos para Produção, Edição e Difusão de Conteúdos Audiovisual pela Internet e TV Digital da UFRN é um projeto selecionado com base no Programa Laboratórios de Experimentação e Pesquisa em Tecnologias Audiovisuais – XPTA.LAB, do Ministério da Cultura em parceria com a Sociedade Amigos da Cinemateca. O Laboratório Natalnet da UFRN coordena o Laboratório de Excelência. ECT-UFRN, COMUNICA-UFRN, IHAC-UFBA, IC-UFAL, FANAT-UERN, LCG-UFRJ, DIMAP-UFRN, LAVID-UFPB são responsáveis por 12 projetos consorciados.

Para quem? (público-alvo)
Para o publico em geral intressado no assunto (inscriçao gratuita), incuindo mas não limitao a produtores de conteúdo audiovisual para Televisão e Internet interessados em pesquisa de novas tecnologias audiovisuais, experiências estéticas inovadoras e modelos alternativos de negócios, pesquisadores, artistas, criadores audiovisuais das mais diversas mídias, cineastas, produtores e programadores, interessados no desenvolvimento do potencial estético e comercial das novas mídias.

Terá certificado?
Sim. De participação.

Horários?
Dia 24 de março – 8:00 as 16:30

Até quando vão as inscrições?
Até o dia 22 de março de 2010, pela Internet – Inscrições Oficina: Tecnologias para TV Digital Interativa.

Mais alguma informação?
Será transmitida ao vivo pela internet, www.natalnet.br. Basta acessar e seguir as instruções da página no dia.

As vagas presenciais são limitadas. Quem quiser participar presencialmente deve se inscrever no site acima (www.natalnet.br). Inscrições são gratuitas, bastando preencher o formulário e aguardar resposta por e-mail se foi selecionado à vaga (no dia 23).

Livro com coletânea de textos apresenta um capitulo sobre TV Digital e Educação

O selo Cultura Acadêmica da Editora UNESP disponibilizou para download gratúito o livro “Ensino de Ciências e Matemática II. Temas sobre formação de conceitos”.

O livro organizado por Ana Maria Caldeira é uma coletânea de textos apresentados no Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, sediado na Faculdade de Ciências da UNESP, na área de ensino de Ciências e Matemática. Possui ao todo 15 capítulos, sendo um dedicado a “TV digital, t-learning e edutretenimento” escrito por Marcos Américo e Wilson Massashiro Yonezawa.

O download pode ser feito na página da editora, para isso, é necessário se cadastrar no site.

ClimaTV

O “Clima TV” é uma aplicação interativa que possibilita, através do canal de retorno, a consulta a previsão do tempo das capitais brasileiras.

A aplicação é desenvolvida em NCL/Lua e utiliza o serviço disponível no site do Weather.com

A partir da navegação de menus, o telespectador poderá consultar a previsão do tempo de todas as capitais brasileiras.

Para realizar o download da aplicação, acesse o Clube NCL.

É necessário o luasocket para utilização desta aplicação.

Design
Cid Boechat – http://fubap.org/cidboechat

Desenvolvimento
Luiz Eduardo de Araujo – http://luizeduardoaraujo.info

Vídeo editado por Manoel Campos Filho.

ClimaTV - Seleção de Regioes

ClimaTV - Seleção de Capitais

ClimaTV - Previsao do Tempo

Licença
Creative Commons